quinta-feira, 13 de julho de 2017

430. ANA CRISTINA DIAS

"Um dia na Praia"
Óleo s/papel
70x50cm

650,00€

Ana Cristina Dias, Lisboa 1967

1985 a 1989
Frequenta a escola  António Arroio, o curso de Imagem e comunicação Audiovisual.
Concurso “À descoberta do Palácio Nacional de Sintra”, 3º Prémio de fotografia

1990 a 1996
Curso de pintura – Faculdade de Belas Artes de Lisboa

1994
• Os jovens e a arte, Câmara municipal da Amadora.
1995
• Exposição col. no Palácio do Vimioso, Évora.
• Exposição col. de Artes Plásticas dos finalistas 95. Rocha de Sousa seu professor do 4º ano , faz referência  ao seu trabalho no jornal  de Letras, Artes e Ideias.
• Jovarte, Câmara Municipal de Loures.
1996
• Exposição Comemorativa do dia Internacional da Mulher “Arte é Feminino”, Vendas Novas.
• Arte jovem 96, Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.
• “Prémio Nacional de Pintura- Jovens Artistas”, Cruz Vermelha Portuguesa.
• Exposição col. na Galeria Municipal de Montemor-o-Novo.
1997
• Exposição col. na Galeria municipal Rio de Mouro. 
2000
• Exposição ind. na Galeria Artitudo, Castelo de Vide.
2001
• Exposição ind. na Galeria Augusto Bértholo, Alhandra.
• “Papeis”- Galeria Trema, Lisboa.
• Exposição ind. no Museu Santos Rocha, Figueira da Foz
• “Erótikos- relativo ao amor”, Galeria Trema, Lisboa 
• Exposição ind.  galeria Artitudo, Castelo de vide
• FAC- Fil Lisboa  no stand da Galeria  Trema. 
2002
•    “Papeis”- Galeria trema, Lisboa  
•    Exposição ind. galeria Artitudo, Castelo de vide
•    Exposição ind MAIÊUTICA, LISBOA
•    Exposição col. BELO BELO, BRAGA
2003
• Exposição col. ABRAÇO, LISBOA
• Exposição ind. galeria Artitudo, Castelo de vide 
• Exposição col. Biblioteca de Timor, ajuda à instituição Abraço
2004
• Exposição ind.  Palácio dos Anjos Algés
• Exposição ind. Biblioteca de Timor
2005
• Exposição ind.  Belo Belo, Braga
• Exposição Col.  C.M. das Flores- Açores
• Exp. Ind. Em Santa Catrina, Lisboa
Pausa de 5 anos, dedica-se unicamente à sua profissão construção de eventos, mais tarde  surge a  fotografia e a  ilustração de livros infantis e juvenis
2010
• Exposição Col. Galeria Galveias, Lisboa
• Exposição Col.  galeria S. Francisco, Lisboa
• Exposição col. galeria de Arte do Casino do estoril- os bichos também são gentel
• Exposição ind. Galeria de arte – Arte In
• Exposição col.  galeria de Arte do Casino do estoril-  Homenagem a Nadir Afonso
2011
• Exposição col.  Allarts Gallery
• Exposição ind.  galeria Galveias
• Exposição col. Galeria Vieira Portuense
• Exposição Ind. Allarts gallery
• Feira de Arte contemporânea, Lisboa, FIL
• Exp. Col. Casino Estoril, Salão de Outouno
2012
• Exp. Col. Allarts Gallery
• Exp. Ind. Palácio dos Aciprestes, Linda a Velha
• Exp. Ind Allarts Gallery, Lisboa
2013
• Exp. Col. Allarts Gallery
• Exp. Col. Galeria LM, Luís Madoreira, S. Pedro de Sintra
• Exp. Col. Galeria S. Francisco
• Exp. Col. Fábrica Braço de Prata
• Feira Inovação e Criatividade 2013, Fil Lisboa
• Salão de Outono, Casino Estoril
2014
• Exp. Col. Mértola
• Exp. Col. Casa da Cultura Felgueiras
• Exp. Ind. Galeria São Francisco, Lisboa
• Exp. Col. Micro Arte, Lisboa
• Exp. Col. BCM Art gallery , Barcelona
• Exp. Col    Art  Miss, Paris
• Exp. Col    Micro Art, Lisboa
• Exp. Col    galleria Sete, Coimbra
• Exp. Ind galeria Birraria, cacilhas
2015
• Exp. Ind. Galeria Europa América
• Exp. Col. “Escaravas e Deusas” , Felgueiras
• Exp. Col. “escravas e Deusas”, Museu da carris, Lisboa
• Exp. Col. Europa América
• Exp. Ind. Galeria Municipal, Museu etnográfico Dr Louzã Henriques
• Ilustração do Livro “ o pirata sem orelha”
2016
• Exp. Ind. Fábrica Braço de Prata, Lisboa
• Open Day, LX Factory, Lisboa
• Paratissima, Lisboa
• Noc Noc Guimarães
• Exp. Col Arte de bolso. Galeria Sete, Coimbra
2017
.       Exp. Ind. Espaço Exibicionista, Lisboa
.       Exp. Ind. Galeria Vieira Portuense, Porto

sexta-feira, 16 de junho de 2017

429. JOSÉ GUIMARÃES

serigrafia
36,5x49,5cm

600,00€


Nascido em 1939, José de Guimarães é considerado um dos principais artistas plásticos portugueses de Arte Contemporânea, tendo uma vasta e notável obra na pintura, escultura e outras atividades criativas, o que faz com que seja dos mais galardoados artistas icos Portugueses. Muitas das suas obras estão expostas em diversos museus Europeus, bem como nos Estados Unidos da América, Brasil, Canadá, Israel e até no Japão.

Mais recentemente, em Portugal, José de Guimarães teve um forte envolvimento com a Capital Europeia da Cultura, em Guimarães, que viu nascer o Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG), integrado na Plataforma das Artes e da Criatividade. A própria Imprensa Nacional-Casa da Moeda assinalou a Capital Europeia da Cultura através da cunhagem de uma moeda comemorativa da autoria do artista plástico. Já em 1990 foi-lhe concedido pelo então Presidente da República Portuguesa, Mário Soares, o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

Ingressou na Academia Militar e no curso de Engenharia na Universidade Técnica de Lisboa em 1957. Iniciou a sua formação artística no ano seguinte assistindo a aulas de pintura com Teresa Sousa e Gil Teixeira Lopes e estudando gravura na Sociedade Cooperativa de Gravadores Portugueses. Entre 1961 e 1966, viajou pela Europa, conhecendo de perto a obra de antigos mestres (entre os quais Rubens) e concluiu a licenciatura de Engenharia. A sua carreira "definir-se-ia pela descoberta de regiões distantes e incomuns, de África ao Japão, do México à China. Cada uma destas culturas estimulou-o a desenvolver uma linguagem universal e a transmitir um universo imaginário que, afinal, reaviva a memória da própria História portuguesa, feita de enriquecedoras relações com países longínquos".

428. ANGELO VAZ


“Amparo” 
1990, 2001, 2010
Óleo sobre tela
73x60cm

1.750,00€



Angelo Vaz, natural de Vizela, exerce a actividade de pintor, restaurador e de analista de obras de arte.
Tem atelier próprio onde dá aulas de técnicas de desenho e pintura.
Fez seus estudos em Macieira de Cambra, Vale de Cambra e no Porto onde se formou em Artes, passando pelo teatro amador.
Colaborador de diversas associações artísticas e declamador performativo poético.
Participou em dezenas de exposições colectivas e particulares em Portugal e estrangeiro, nomeadamente em Espanha, Brasil, Inglaterra e Lituânia.
Participou em dezenas de saraus de poesia como organizador e declamador.
Participou em diversas palestras como orador de temáticas sobre arte.
Colaborou como criativo e orientador gráfico de diversas revistas industriais.
Publicado em diversas publicações de pintura e poesia de Portugal, Espanha, Brasil, Inglaterra e Lituânia.

Representado em colecções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Estados Unidos, Brasil, Polónia, Dinamarca, Suécia, Holanda, Itália, Rússia, Israel, Noruega, Alemanha, Irlanda, Lituânia, Suíça.

427. ANTÓNIO-LINO

“Porto Geométrico”
Serigrafia
45x45cm

150,00€ (sem moldura)



E FUI, UMA VEZ INDEPENDENTE, vivendo do profes­sorado efectivo na Afurada (na foz-do-Rio-Douro), e, aos poucos, continuando a frequentar a Escola de Belas-Artes do Porto. Independência que norteou a minha vida de artista. Na escola a amizade e a riqueza de convívio e conhecimentos de Mestre Dordio Gomes e dos condiscípulos Júlio Resende, Manuel Guima­rães, Israel Macedo, Maria e Rosa Moutinho, Amândio Silva...

Professor, ao diante, do Ensino Técnico e da Escola de Arte Aplicada, em Guimarães e Lisboa, de 1942 a 1948. Trabalhei em grandes painéis de mosaico, azulejo e mármore gra­vado a ouro, nas basílicas de Damasco (Síria) e Nazareth (Israel). É costume dizer-se: ir a Roma e não ver o Papa. Em 1951 parti, a seguir à inaugura­ção duma exposição individual no Museu de Arte Moderna de Madrid, para Roma, convi­dado para a inauguração da (Igreja de Santo Eugénio. Cheguei quando já era impossível entrar no templo. Conversa com o comandante da Guarda Pontifícia que só encontra uma solução: entrar pelo exte­rior da sacristia de que tem a chave. Abre-me a porta, convida me a entrar rapidamente, fechando-a em seguida. Na minha frente, encontro, de pé sozinho, a figura imponente, na sua simplicidade, de Sua Santidade o Papa Pio XII. Mais tarde fiz uma série de dese­nhos, no Vaticano e em Castel Gandolfo, do mesmo Papa Falar de Itália, de Piero della Francesca, Masaccio, Paolo Uccelo e Signoreili ou Giotto, Carpaccio e Pisanello, seria um mundo de encantamento sem fim a descrever. Já em 1948, na minha primeira exposição individual, escrevera: a paisagens o retrato e o pequeno esboceto, somente me interessam cora meio de estudo; e a aguarela pela facilidade com que se pod­e traduzir com mais pureza a primeira impressão emociona: Tudo como meio de se atingir uma finalidade: a grande composição mural.

NÃO QUERIA ESQUECER o encontro com Fernando Pessoa; - quando saiu a edi­ção de Mensagem copio-a à máquina, em maiúsculas, a azul e vermelho. Mais tarde a minha TESE do Curso Superior de Pin­tura da Escola Superior de Belas-Artes do Porto, tem como tema El-Rei D. Sebastião, com versos de Fernando Pessoa: Mensagem — A Rosa do Encoberto. A composição e a cor, os elementos que considero essenciais na pintura. Nessa linha, tenho seguido, bem ou mal, mas independente, como sempre, sem me deter na colecção de críticas, pré­mios, medalhas ou vendas comerciais. Fina­lidade sentida: a Arte Religiosa.



ANTÓNIO-LINO Pires Da Veiga Ferreira Pedras, de nome. Nasci em Guimarães a 9 de Março de 1914, de Antiga Família trans­montana. Depois do curso do liceu, em Gui­marães, Braga e Porto, o Curso do Magis­tério Primário em Braga, com 16 valores no exame de Estado feito, em 1936. Professor efectivo na Afurada (Gaia). Em 1937, fre­quência de desenho na Escola de Belas-Artes do Porto. Em 1941, regresso à Escola de Belas--Artes, terminando o Curso Superior de Pintura com 19 valores na TESE em 1945. Professores: Mestres Teixeira Lopes (escul­tura), Acácio Lino (desenho) e Dordio Gomes (pintura). Em 1949 parti para o estrangeiro com largas estadas em Espanha, França, Alemanha e Itália, onde estudei tapeçaria, fresco, vitral e mosaico e fiz muitos apon­tamentos que expus em Espanha e Itália. Em 1957 visitei a Escandinávia (expus em Oslo e Helsínquia), a Suécia, Dinamarca, Alemanha, Holanda, Bélgica, Áustria e Suíça são pontos de encontro. Em 1964 concorri para professor da Escola de Belas-Artes de Lisboa. A partir de 1965 visitei a Grécia, o Líbano, a Síria, Israel, Turquia, Chipre e Inglaterra. Da numerosa colecção de apontamentos de desenho, gravura, mototipias e óleo, fiz algumas exposições em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente no Museu de Arte Moderna de Madrid e, seleccionada pelo escritor e crítico de Arte, Leonello Venturi, no atelier do Beato Angélico, em Santa Maria Sopra Minerva em Roma. Tenho trabalhos em museus e colecções particulares nacionais e estrangeiras. Alguns prémios.

NAS QUATRO EXPRESSÕES de pintura mural — fresco vitral, tapeçaria e mosaico — me tenho realizado, a partir d 1952, depois de estudar as obras e a tecnologia destas e pra­ticá-las em sistemático trabalho de oficina.



Em 1951 fiz no Vaticano 18 palestras sobre Arte Cristã.: das Catacumbas à Arte Abstracta. Colaborei em vários jor­nais e revistas nacionais e estrangeiras com artigos sobre Arqueologia, História e Crítica de Arte, e, artisticamente, cor, desenhos e gravuras; na Enciclopédia Verbo e no Dicionário da Pintura da Cor, com artigo, sobre Belas-Artes e Tecnologias da Pintura; dirigi e ilustrei (com desenhos, monotipia e gravuras), livros de Literatura e Arte.



Nas viagens pelo estran­geiro descobri e identifiquei várias obras de interesse para a Arte Portuguesa, tendo noti­ficado disso, por escrito e com documentos fotográficos, a Direcção do Museu de Arte Antiga.



Fui um dos fundadores do           Grupo Independentes do Porto, que promoveu exposições no Porto, Braga, Coimbra e Lisboa, e do Movimento de Renovação de Arte Religiosa. Tomei parte em congressos de Arte e Arqueologia em Portugal e no Estrangeiro, apresen­tando teses. Actualmente sou professor de Tecnologias da Pintura, Mosaico e Vitral, na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa.


António-Lino da Veiga Ferreira Pedras nasceu em Guimarães em 1914.
Depois do curso dos Liceus fez o curso do Magistério Primário, tendo 16 valores em exame de estado.
Frequentou durante 2 anos o curso de desenho da escola de Belas Artes do Porto, com altas classificações, até ser nomeado professor efectivo do ensino primário.
Regressou à Escola de Belas Artes em 1951 onde terminou o curso superior de Pintura com 19 valores e 1945.
Foi discípulo dos mestres Teixeira Lopes, Acácio Lino e Dórdio Gomes.
Foi professor de Ensino Técnico até 1949, exercendo nessa altura na Escola de Artes Decorativas de António Arroio de Lisboa; partiu para Espanha, França e Itália, onde permaneceu até 1965.
Percorreu todas as grutas pré-históricas de Espanha e França.
Estudou tapeçaria em Espanha, França, Bélgica, vitral em Chartres (França) e Alemanha, mosaico em Florença, Ravenna e Veneza.
Foi bolseiro do Estado Italiano através do Instituto de Alta Cultura de Portugal.
Visitou, além dos principais Monumentos e Museus dos Países já mencionados, os da Áustria, Suíça, Bélgica, Holanda, Alemanha, Noruega, Suécia, Finlândia, Dinamarca, Grécia, Líbano, Síria, Palestina, Turquia, Chipre, Norte de África e Inglaterra.
Fez uma numerosa colecção de apontamentos em desenho, aguarela, monotipia, gravura e óleo, dos países em que viveu, obra que expôs em Portugal e no Estrangeiro. Já na sua primeira exposição individual no SNI escrevia: “A Paisagem, o retrato, o pequeno apontamento, o desenho, a aguarela, a gravura e o óleo, somente lhe interessam como meio de estudo. Tudo para atingir uma finalidade: A grande Composição Mural” (in catálogo de Outono de 1948 – Lisboa). Nas quatro expressões de pintura mural, fresco vitral, tapeçaria e Mosaico, se tem realizado principalmente a partir de 1952. Primeiro estudando a obra dos grandes Mestres do passado; depois estudando toda a tecnologia destas expressões e praticando-as em sistemático trabalho de oficina.
Isso permitiu-lhe conhecer a riqueza e as limitações que cada expressão artística nos pode dar, sem surpresas e alterações possíveis a quem se não integrou no Fresco, no Vitral transporta em cal, vidro, lã ou pedra…
Tomou parte no Congresso Internacional de S. Furtoso em Braga, onde apresentou a comunicação: A Evolução dum sistema arquitectónico da Construção do Séc. IV de Júlia Concordia Sagitacia à Construção do Séc. VII – Dume: das Capelas Tumulares do Séc. I aos Baptistérios do Séc. XI. Colaborou com cartões para Grandes Composições musivas (1.000 m²) com a vida do Infante D. Henrique, com os grupos que foram classificados em 2º e 3º lugar no concurso para o monumento de Sagres.
Fez 18 palestras no Vaticano sobre Arte Religiosa das Catacumbas à Arte Moderna (Um verdadeiro curso de Arte Cristã, como escreveu uma alta personalidade religiosa em carta para S. S. Pio XII). Foi felicitado pessoalmente por S. S. Pio XII.
Fez vários desenhos deste Pontífice no Vaticano e em Castel Gandolfo.
Possui cartas de Mons. Montini, depois de Papa Paulo VI, agradecendo em nome do Papa Pio XII.
Tem escrito artigos sobre arqueologia, História e Crítica de Arte e colaborado artisticamente com desenhos e gravuras em Jornais e Revistas nacionais e Estrangeiras.
Colaborador efectivo da Enciclopédia da Editorial Verbo, na secção de Belas Artes.
Tem dirigido e ilustrado Livros de Literatura e Arte.
Fez uma conferência sobre Nossa Senhora nas Artes Plásticas, nas comemorações nacionais do Cinquentenário de Fátima. Pertence desde Jovem à Sociedade de Arqueologia de Martins Sarmento, Guimarães.
Identificou a Casula riquíssima, sob cartão de Botticeli, do Museu de Poldi, Pezzoli de Milão, como sendo dum Infante da Casa de Aviz de Portugal, o Cardeal D. Jaime.
Descobriu no armazém do Museu de Messina uma grande composição de grande interesse para o estudo do Politico encontrado em S. Vicente de Fora.
De tudo isto deu conhecimento e entregou fotografias ao senhor Dr. João Couto, Director do Museu de Arte Antiga.
Seleccionado pelo Escritor e Filósofo de Arte Prof. Leonello Venturi, fez uma exposição individual no antigo «Estudio» de Frei Angelico, em Roma.
Comunicou ao Superintendente das Belas Artes, Prof. Bertini Calomo, com quem manteve correspondência, a descoberta duma constante Fisionómica, desde a sua primeira obra de encomenda o Anjo Candelabro de S. Domingos de Bolonha, no S. Próculo, em algumas figuras do grupo das «PIETÀ», no David, ais retratos de Miguel Ângelo da «Galeria Delgi Uffizi» de Florença, da Escultura do Louvre e do Desenho de Francisco de Holanda, que foi declarada de muito interesse.
Dirigiu várias visitas aos Museus de Roma e Vaticano com alunos da Universidade Gregoriana; e a pedido do Colégio Pontifício Português fez várias palestras sobre Arte, mantendo prolongados diálogos com a assistência.
Deu uma lição sobre arqueologia e dirigiu uma visita ao museu arqueológico de Belém, um curso de cultura para professores do ensino primário oficial.
Faz parte de um pequeno grupo de Guimarães que apresentou um plano, que deu origem ao programa das comemorações centenárias de 1940.
Prestou provas no concurso para professor da ESBAL em 1964, onde exerceu o ensino de Tecnologias de Pintura até atingir o limite de idade em 1984.
Foi fundador do grupo do Porto que realizou a série de Exposições dos Independentes desde 1943 no Porto, Coimbra, Braga e Lisboa,
Foi sócio fundador do movimento de renovação de Arte religiosa.
Foi Director dum Semanário Nacionalista em Guimarães, que sempre lutou pela Salvaguarda do património da Região, e deu importância aos problemas da Arte.
Foi prémio das 3 Artes a nacional de Desenho e tem obras suas em Museus e em Colecções Particulares Nacionais e Estrangeiras.
Foi aluno de Filosofia, de Leonardo Coimbra. Foi convidado pela Dr. Arão de Lacerda para seu assistente de História de Arte quando Prof. da Fac. de Letras, da Universidade de Coimbra, não se concretizando pelo seu falecimento. Possui na sua biblioteca alguns Possui na sua Biblioteca alguns Milhares de Livros so­bre Filosofia, História D'Arte, Monumentos, Artistas.e Escolas, Mono­grafias de Arte, Museus, Estética, Técnicas `D'Arte, Biografia. Iconografia, Exposições de Arte e Revistas de Arte; Além de nume­rosos Livros de Literatura, Religião, Turismo e Escritores Gregos e Romanos. Em Vitral, Mosaico; Tapeçaria e Fresco tem realizado até agora cerca de mil metros quadrados, em Igrejas, Palácios de Jus­tiça, Camaras Municipais, Palácios Nacionais e casas particulares em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente na grande Basílica de Nazareth (Terra Santa, Israel) e, na Basílica de Damasco, na Síria Tomou parte na organização do congresso Histórico da Colegiada de N2 Sá da Oliveira onde apresentou duas comunicações. Foi editada agora Pelo Instituto Fontes Pereira de Melo, que lhe deu o Prémio Amaro da Costa, a Monografia de Guimarães e seu termo.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

426 . CABRAL PINTO

 
“Últimos caminhos”
2016
Acrílico s/tela
50x70cm

750,00€


Cabral Pinto
1947

Natural de Espinho
Bacharel em Educação Tecnológica
Curso Complementar de Pintura
Licenciatura em Administração Escolar na ESEducação Jean Piaget
Pós-Graduação em Gestão de Melhoria no âmbito do Curso de Capacitação Institucional para a Melhoria do Desempenho de Educação e Formação - Universidade Católica – Porto

Exerceu entre outros cargos:
Diretor Pedagógico e autor do Projecto ETAP de Caminha
Director Pedagógico da Escola Profissional Profitecla-Porto
Consultor Cultural na Fundação da Bienal de Cerveira
Coordenador Artístico da Bienal de Cerveira

Exposições Individuais:
Escola Superior de Educação de Viana do Castelo
Ribeira- Porto
Douro Palace Hotel- Baião
Quinta do Esquilo-Amares
Coop.3+Arte- V.N.de Gaia
Solar do Alvarinho – Melgaço

Exposições Colectivas:
IV Bienal Internacional de Arte de V.N. Cerveira
V Bienal da Festa do Avante, Lisboa;
V Bienal Internacional de Arte de V.N. Cerveira;
IX Exposição coletiva da Cooperativa Árvore, Porto;
X Salon d’Automne Pontault/ Combault, Paris;
Exposição Itinerante de Gravura Portuguesa, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de S.Paulo, Museu de Gravura da Cidade de Curitiba, Brasil;
Exposição de Gravura no Centro de Grabado da Corunha;
II Simpósio Internacional de Offset de Arte, Vila Praia de Âncora.
III Bienal de Gravura da Amadora.
XVIII Salon d’Automne Pontault/Combault, Paris.
I Bienal de Gaia
XVIII Bienal Internacional de Arte de V.N. Cerveira;

Representado no Museu Diogo Gonçalves - Portimão, na Câmara Municipal de Almada, no Museu da Bienal de Cerveira e em diversas coleções oficiais e particulares em Portugal e no estrangeiro.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

425. JUAN CIDRÁS

Acrílico s/tela
100x100 cm

1.000,00 €


Juan Cidrás

Falces. Navarra, 1950-1992

INDIVIDUALES (Selección)
1992 Galería Loios, Oporto
1993 Galería VDV, Milán
Galería Xeito, Madrid
1994 Palacete Dos Mendoza, Pontevedra
Galería Loios, Portugal
1995 Galería Volter, Orense
2001 “Plástico Apretado”, Galería Sagardelos, Santiago Compostela

EXPOSICIONES COLECTIVAS (Selección)
1990 Galería Millares, Madrid
1991 “Memoria dunha década”, Bienal de Arte de Pontevedra
1994 IV Mostra Unión Fenosa, A Coruña
1996 VI Interbienais Vilanova de Cerveira, Portugal
1998 AAF’98 Ljubljana, Eslovenia
Art Múltiple’98, Düsseldorf
Art-Jonction, Cannes
2000 Generación 2000, Caja Madrid. Itinerante
Real Jardín Botánico, Madrid
Sala de Exposiciones de Caja Madrid, Barcelona
Sala Municipal de Exposiciones Museo de La Pasión.Valladolid
Casa de La Provincia, Sevilla
Centro Cultural La Beneficencia, Valencia
2001 Premio de Arte Emergente Estación Marítima, A Coruña
VII Mostra Unión Fenosa, A Coruña
XVII Premio de Pintura L’Oréal, Centro Conde Duque, Madrid

424. STEFANO CALISTI

“Insieme verso Il Cielo”
Óleo s/tela
150x150cm

1.000,00€

IT
Nato a Macerata il 30 gennaio 1958, ha iniziato l'attività artistica da autodidatta dopo essersi interessato, per alcuni anni, di arredamento e design.
Folta la sua partecipazione a rassegne artistiche anche di carattere internazionale.
Sue opere inaugurano in numerose collezioni in Italia e all'estero. Ha avuto coinvolgimenti in editoria per illustrazioni e copertine di libri.


*ING
Born in Italy, January 30th- 1958, after being involved in furnishing and design for a few years, he has began his self-taught artistic career regularly participating in Italian and international Art Exhibitions.
His works can be seen in public and private collections in Italy and abroad. Interesting is his involvement in activities of publishing for illustrations and book covers.


quarta-feira, 8 de março de 2017

422. CARLOS ANTUNES

"A Prometida"/ Óleo sobre tela/ 70x50cm
500,00€

Carlos Antunes é de Braga, expõe há trinta e quatro anos, do Minho ao Algarve. No estrangeiro Cabo Verde, Espanha e Inglaterra, onde obras suas fazem parte de colecções publicas e privadas. Consta no livro Pintura em Portugal 2001 da Editora Universitária. Tem obras de pintura e escultura premiadas. 

Exposições coletivas
1981– Sociedade Euterpe – Alhandra
1990– Fórum Mário Viegas – Santarém
1993– Metropolitano de Lisboa - Alto dos Moinhos
1995 –Inatel – Albufeira
1996– Sociedade Martins Sarmento – Guimarães
1997– Hotel Colina do Castelo – Castelo Branco
        - Hotel Porto Novo – Vimeiro
1998– Convento da Graça (Museu Municipal) – Torres Vedras
          - Museu Eletricidade – Lisboa
           -Fundação CEBI – Alverca
          - Galeria Clube EDP – Lisboa
1999 – Biblioteca Municipal – Alenquer
           - Junta Freguesia – Alverca
          - Pintar Peniche
          - 1ª Mostra de Pintura ao Vivo – Torres Vedras
           - Galeria Tabu – Torres Vedras
          - Fórum - Alverca
          - Clube EDP – Carregado
2000 – Lezíria Parque Hotel – Vila Franca De Xira
          - Cine Teatro Virgínia – Torres Novas
          - Pintar Cadaval – Cadaval
          - Junta Freguesia Ajuda – Lisboa
          - Pintar Peniche – Peniche
          - 3ª Bienal - Marinha Grande
          -Palácio Quinta da Piedade – Povoa Santa Iria
         - Clube EDP- Carregado
2001 – Palácio Foz – Lisboa
           - Pintar Lourinhã
          - Estação Zoológica – Santarém
          - Stand Citoen – Vila Franca de Xira
           - Museu Eletricidade – Lisboa
          - Rota dos Vinhos – Palmela
           - Fundação CEBI – Alverca
          - Clube EDP – Lisboa
2002 – Celeiro Patriarcal – Vila Franca de Xira
          - Câmara Municipal – Arruda dos Vinhos
          - Igreja S. Francisco – Leiria
2003 – Inatel – Albufeira
          - Pavilhão Romeira – Alenquer
2004 – 5ª Bienal - Marinha Grande
2005 – Quinta dos Cedros – Sintra
2006 – Galeria Clube EDP – Lisboa
         - Pavilhão Exposições – Estoril
2009 – Hotel Ofir
2010– Clube EDP – Carregado
2012 – Quinta do Paul – Leiria
          - Galeria Guntilanis – V. P. Âncora
          - Hotel Montebelo - Viseu
          - Casa Museu – Monção
          - 2ª Salão Internacional – F. Foz
2013 – 3º Encontros Luso Galaico- Chaves
2014 – 25 Abril, 40 anos, 40 artistas - Município Caminha
2014 – Em redor do Touro, Galeria, Vieira Portuense
         - Encontro Ibérico, Castillo Oropesa, Toledo- Espanha
         - CICD, Hull, Inglaterra
         - Galeria Guntilanis – Vila Praia de  Ancora
         -IPDJ – Viana do Castelo
         - Casa de Malaga, Barcelona - Espanha
         - Mistérios de Natal - Galeria Vieira Portuense - Porto
 2015- Malakarte - Malaga Espanha
        - Pontes Luso Galacais - Chaves
        - Sentimientos Flamencos – Malaga, Espanha
        - O Irreal do Quotidiano – Galeria Vieira Portuense

Exposições individuais
1988 – Clube EDP – Carregado
1989 – Galeria Cooperativa Alves Redol – V. F. Xira
1999 – Clube Taurino – Vila franca de Xira
          - Galeria Clube EDP- Lisboa
2000 –“O Pote” Vilafranca Centro – V.F. Xira
            - Biblioteca S. Lázaro – Lisboa
            - Biblioteca – Vila Franca Xira
2003– Galeria Altis Parque Hotel – Lisboa
2006– Galeria Clube EDP – Lisboa
2008– Hospital Santarém
            - Biblioteca LCS – Braga
2010– Museu D. Diogo de Sousa – Braga
2012- Avenida Central - Braga
2013 - Espace Feng Shui - Braga
2013 - Biblioteca Nacional, Cidade da Praia, Cabo Verde
2013 - Instituto Camões, Cidade da Praia, Cabo Verde
2014 – Casa Velha, Bom Jesus- Braga
2014 – Biblioteca LCS – Braga
2014 - Centro Cultural – Chaves

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

421. ACÁCIO CAINETE

“VIOLAÇÃO”
2014
Técnica mista
120x100cm

800,00 €


Local e data de nascimento — Setúbal 1941

Ao longo dos seus anos de actividade como artista plástico, já participou em mais de sessenta exposições colectivas e de grupo, bem como em cinco exposições individuais.
Presidente da Artiset – Associação de Artistas Plásticos de Setúbal desde o início do ano de 2007 a dezembro de 2015

TEM OBRAS:
Na Presidência da República – com gravuras inseridas no livro “Projecto Os Lusíadas Manuscrito”
Na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Setúbal
No Museu de Arqueologia de Setúbal (instalação A MÁQUINA)
Na L.A.S.A.-Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão
Em diversas colecções particulares.

REFERENCIADO NOS LIVROS :
Mitos da Arte – Antologia de Pintores Portugueses Contemporâneos, com a sessão de lançamento no Anfiteatro do Museu Colecção Berardo, em Julho de 2009.
Revista “ARTEIDEIAS” (nº 104 Novembro 2011)
“PRÓSPERO—International Art Book—2012 Editora INSAT
“STATE--OF—ART” –Artist`s Book ,2013 Editora Galeria Aberta

DISTINÇÕES
Premiado com Menção Honrosa de Prata na Mostra IBÉRICA de ARTES PLÁSTICAS em S. Brás de Alportel—2011

Premiado com Medalha de Prata na 2º ARTE EXPO-Oliveira do Bairro-2012

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

420. GLÓRIA COSTA

“Flores de Inverno”
Acrílico 
100x60 cm

600,00 €


Maria da Glória Novais da Costa nasceu em 1975 na cidade de Fafe e atualmente reside em Rio Tinto.
Decidida a expandir as suas ideias, iniciou a sua atividade artística, enquanto autodidata em 2005. Ao longo destes anos desenvolveu e aprofundou as suas capacidades artísticas. Já participou em mais de uma centena de exposições coletivas e individuais, em Portugal, Espanha (Pontevedra, Galiza, Barcelona e Oropesa) e no Brasil (Minas Gerais, Rio de Janeiro e Brasília). Também expôs na Noruega (Oslo), França (Carrossel do Louvre) e em Londres. Está representada em várias coleções de arte em Portugal e no Estrangeiro, em museus, galerias, capas de livros e outras instituições, como em vários sites. Atualmente e em paralelo à pintura, Glória Costa dedica-se ao artesanato e à escrita. 
No âmbito do artesanato. Tem em especial sensibilidade para a reutilização de materiais na realização dos seus presépios em miniatura e nos assessórios de moda. Quanto à escrita, em 2009 participou na coletânea de textos poéticos intitulada “ A traição da Psiquê ”e em 2011 editou o seu primeiro livro de poesia “A essência do amor”, tendo atingido a segunda edição no final desse mesmo ano. Inserido no mesmo género literário, publicou no início de 2012, o seu segundo livro “Raio de luz”. No final de 2012 participou na coletânea “Lugares e Palavras” de Contos e Poemas de Natal com o Conto “O Menino Carlos”. Em 2013 participou nas coletâneas de prosa e poesia “A arte pela escrita seis”. Lugares e Palavras de Natal 2013 com o conto “Os filhos do coração “,na Antologia Audácia dos sentidos, em 2014 nas coletâneas Lugares e Palavras do Porto, na Coletânea " A Arte Pela Escrita Sete" e na Coletânea “Lugares e Palavras de Natal. Em 2015 na Antologia “As Cores do Mar”, “A Arte Pela Escrita oito"

Exposições coletivas
2008 -  Arte Solidária – Casa da Juventude de Rio Tinto.
2009 - Reciclar com Arte – Casa da Juventude de Rio Tinto.
2009- Pela mão de mulheres – Casa da Juventude de Rio Tinto.
2009- Fusão Arte Moda - Gondomar.
2009 - Arte Solidária - Casa da Juventude de Rio Tinto.   
2010- Arte com Livros -  Ler Doce Ler - Casa da Juventude de Rio Tinto.
2010- Arte com Livros -  Ler Doce Ler – Biblioteca Municipal de Gondomar.
2010 - Arte Solidária – Biblioteca Municipal de Gondomar.
2010 - Artistas de Gondomar 2010 - Auditório Municipal de Gondomar.
2010 - A Noite, A lua e os Meninos Tristes. Casa da Juventude de Rio Tinto. 
2010 - Fundação Júlio Resende – “Um Lugar pró Joãozinho”. 
2011- Galeria Sílvia Soares – Vila Nova de Gaia
2011- Coletiva  “Arte no Feminino”, exposição de associadas da Argo – Associação Artística de Gondomar.
2011- Reciclar com Arte – Casa da Juventude de Rio Tinto 
2011-  Reciclar com Arte – Auditório Municipal de Gondomar
2011-  Exposição coletiva de aguarelas “Várias visões sobre a cidade do Porto”, na Galeria Porto da Arte
2011- Exposição coletiva de aguarelas “Várias visões sobre a cidade do Porto”, na Galeria AVEPOD - Porto
2011-  Exposição coletiva de aguarelas “Várias visões sobre a cidade do Porto”, no Restaurante Porto Rio - Gondomar 
2011-  Exposição coletiva de aguarelas “Várias visões sobre a cidade do Porto”, no Hotel CastrumVila – Castro Laboreiro
2011-  Exposição coletiva de aguarelas “Várias visões sobre a cidade do Porto”, na Galeria Sweet Douro – Vila Nova de Gaia 
2011- Coletiva de Aguarelas em Cogula - Trancoso
2011- Cer.ta.me – Auditório  Municipal de Gondomar 
2011- Coletiva na Quinta Espírito Santo- Vila Nova de Gaia
2011- Participação no evento “Alchimia”, no Auditório Municipal de Gondomar
2012- Coletiva “Arte no Feminino” na Casa da Juventude de Rio Tinto 
2012- Exposição coletiva de aguarelas “Várias visões sobre a cidade do Porto” em   Penafiel
2012- “A propósito de um calendário” Junta de freguesia de Rio Tinto
2012- Exposição coletiva de aguarelas “Várias visões sobre a cidade do Porto” Café Majestic
2012- Exposição coletiva “viagens” na casa da Juventude de Rio Tinto
2012-”A propósito de um calendário” exposição Parque Nascente
2012- Exposição coletiva “A propósito de um calendário.Associação artística de Gondomar
2012- Artistas de Gondomar 2012 - Auditório Municipal de Gondomar
2012- Exposição coletiva – Arte solidária – Biblioteca Municipal de Gondomar
2013- Exposição coletiva –“ Gondomar 2013” Casa da Juventude de Rio Tinto
2013- Gondomar Mineiro – Museu Mineiro de São Pedro da Cova
2013- Pintar o Porto – Galeria Vieira Portuense
2013- Quarto Encontro Internacional de Arte ao Redor do Touro-Guimarães 
2013-Cer.Ta.Me- Auditório Municipal de Gondomar.
2013- VI Prémio Nacional de Arte Erótica – Auditório  Municipal de Gondomar
2013- Concurso de Artes Plásticas Fundação Inatel - Lisboa 
2014-"A arte e a Religião"- Centro de Interpretação da Cogula
2014-"Pontes Luso-Galaicas III" - Salão Multiusos do Centro Cultural de Chaves.
2014-"Várias visões sobre a cidade do Porto"- Fórum Cultural de Ermesinde
2014- Exposição coletiva "Arte com livros"- Em simultâneo com a apresentação do livro “Raio de Luz”. Casa da Juventude de Ri Tinto.
2014- Pintura ao vivo – “Abril com Arte" Fânzeres – Gondomar
2014- Pintura ao vivo – “ENTR  ARTES” O. AZEMÉIS.
2014-“Várias visões sobre a cidade do Porto”-Casa Branca de Gramido - Gondomar
2014- VIII Intercâmbio Cultural Internacional – Casino de La Corunã – Galiza - Espanha
2014- III encontro de artes ao redor do Porto – Galeria Vieira Portuense – Porto
2014- Pintura ao vivo - Em Alameda S. Dâmaso - Guimarães 
2014- Exposição coletiva - ”Semana das 7 Artes”, intitulada “Arte Vadia” - Sede da União de Freguesias – Guimarães
2014. Exposição coletiva- “ GóisOrosoArte 2014” . Auditório da Casa da Cultura – Góis 
2014. Exposição coletiva – “III Salão de Arte” Pedrógão Grande
2014- Exposição na Sede das União de Freguesias da Cidade: Oliveira do Castelo, S. Paio e S. Sebastião, de Guimarães. 
2014-Exposição "ENTR' ARTES" - Galeria Municipal Tomas Costa. O. Azeméis. 
2014- Exposição coletiva “A cor se fez palavra ”Casa Das Artes De Arcos De Valdevez.
2014- Pintura ao vivo. Noite Branca. Gondomar.
2014- Exposição coletiva. Feira do Livro da Figueira da Foz 2014
2014- Exposição coletiva "5.º ENCONTRO INTERNACIONAL DE ARTE AO REDOR DO TOURO" Galeria Vieira Portuense.
 2014- Exposição coletiva- 1º Encontro de Artes - 2014 - Temática: «Pintar o Gerês»
2014- Exposição coletiva - 1.º ENCONTRO IBÉRICO DE ARTE no Castelo de Oropesa. Espanha
2014- Expo coletiva AAAPG no IPDJ Viana do Castelo
2014- Exposição coletiva - Feira de Arte -ARTSHOW das Caldas da Rainha 
2014- Participação – BaguimFashion - Baguim do Monte
2014- Exposição coletiva - Centro Social e Paroquial de Baguim do Monte
2014- Participação em Madrugadas de Espelhos - Casa das Artes em Vila Nova de Famalicão.
2014- Exposição coletiva - Belsarini - Vizela
2014- Mistérios de Natal – Galeria Vieira Portuense. – Porto
2014- " Europa Brasil uma só arte"- BRASIL (Minas Gerais)
2014-"4º Salão Internacional em Pequeno Formato 20 x 20 cm" no CAE, Figueira da Foz.
2014- Exposição "ENTR' ARTES" - Galeria Municipal Tomas Costa. O. Azeméis.
2014- Exposição coletiva “A cor se fez palavra” Casa Das Artes De Arcos De Valdevez. 
2014- Pintura ao vivo. Noite Branca. Gondomar.
2014- Exposição coletiva. Feira do Livro da Figueira da Foz 2014
2014- Mistérios de Natal – Galeria Vieira Portuense
2014-“Europa Brasil uma só arte"- Galeria de Arte da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Juiz de Fora (Minas Gerais) - Brasil.       
2015- Espelhos sobre espelhos” Galeria Geraldes da Silva – Porto
2015- MAR-À-TONA Dia Internacional da POESIA – Póvoa do Varzim
2015- Mostra"Coletiva" - Junta de Freguesia de Melres e Medas.
2015- “Europa Brasil, uma só arte”-Gula do lobo – Conceição do Ibitipoca- Minas Gerais – Brasil.
2015- Oitava exposição doProjeto SHAIR - Braga
2015- Exposição "RECICLAR COM ARTE" - Casa da Juventude de Rio TintoSalão Nobre da 2015- “Europa Brasil uma só arte"- Câmara Municipal de Lima Duarte - Minas Gerais -Brasil
2015- Pontes Luso – Galaicas IV -Sala Multiusos do Centro Cultural de Chaves 
 2015- VIª edição do Entr' Artes pintura ao vivo – Oliveira de Azeméis 
2015- “Europa Brasil, uma só arte”- Galeria Cultural da Sede Central do Museu do Clube Militar- Rio de Janeiro - Brasil
2015- Abraçados pela arte - CASINO DE PONTEVEDRA - Espanha 
2015-"Dizer Arte" – Auditório - Junta de Freguesia de S. Victor - Braga
2015-“ Europa Brasil, uma só arte” -  Clube Militar no Rio de Janeiro – Brasil 
2015-  Vivir el Arte -PuntCreatiu - Barcelona –Espanha
2015-IV SALÃO DE ARTE de PEDROGÃO GRANDE 
2015- "Camélias - da natureza à arte" - Vila Nova de Gaia.
2015- Exposição "ENTR' ARTES" -  Galeria Municipal Tomas Costa - O. Azeméis.
2015- Gens´Arte 2015 - Cripta Capela de Gens.
2015- "IV SALÃO DE ARTE de PEDROGÃO GRANDE ,
2015- Galeria- Vivir el Arte - em PuntCreatiu - Barcelon
 2015- "Europa Brasil , uma só arte" - Galeria - Forte Militar de Copacabana - Rio de Janeiro -Brasil
2015- EMBAIXADA DE OSLO / 8 SETEMBRO 2015 - Noruega 
2015- EXPOSIÇÃO de pintura no CARROUSSEL DU LOUVRE - França
2015- “Europa Brasil, uma só arte”-Galeria chatô - Brasil 
 2015/16- Exposição coletiva "Exposició ART I VI" - Barcelona 
2015/16- "Série Abstrata" Galeria Geraldes da Silva – Porto 
2016- “Europa Brasil, uma só arte”- Galeria StudioArt Moreira D`Azevedo -Brasília - Brasil
2016 – Bienal Guia de Arte – Barcelona - Espanha
2016- Galeria Bricklane– Londres
2016- Bienal Guia de Arte
2016- Dia mundial da poesia – Povoa de Varzim
2016- Primeira Mostra Internacional de Arte de Braga – Museu D. Diogo de Sousa
2016- Pintura ao vivo “ENTR' ARTES”- O. Azeméis 
2016- Mostra Coletiva Sabor& Arte – Belsarini – Vizela
2016- Santos ao pé da porta fazem mil artes – 3 + arte - Vila N. Gaia

Exposições individuais 
2009- Argo- Associação Artística de Gondomar.
2010- AVEPOD. Porto.
2010- Restaurante Porto Rio. Gondomar
2011- Casa da Juventude de Rio Tinto. Em simultâneo com o Lançamento do Livro “A essência do Amor”-Rio Tinto - Gondomar
2011-.Exposição de pintura em simultâneo com a apresentação do Livro “ A essência do Amor”. Centro de Interpretação daCogula. Trancoso
2012- Arte no Parque- Parque Nascente. Gondomar
2013-Fundação Inatel – Porto
2013-Clube dos Colaboradores da AXA - Porto    
2013- Salão Nobre – SINAPSA – Porto
2013-Clube dos Colaboradores da AXA - Lisboa
2014- Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa - Braga.
2014- Camara Municipal de Vizela.
2014 -"Sabor y Arte"- Vizela
2014-“Expressão da Arte”- S. João da Madeira
2015-“Loja Interativa de Turismo de Vizela”
2015-SERÕES DO CENTRAL-Viana do Castelo 
2015-“Sabor & Arte “ Belsarini – Vizela
2015-“Pedaços de mim” – Centro Cultural de Rio Tinto
2015- “Arte na quinta”- Vila meã – Porto Campanhã 
2015-“Teatro dos sonhos”– Vizela
2016-“Loja Interativa de Turismo de Vizela”

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

419. VICTOR SILVA BARROS

«tu, que os sabes, diz-me dos segredos do mar»
2016
Óleo s/ tela s/ mdf
60x65 cm

2.500,00€


Victor Silva Barros

Está representado em colecções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Brasil, Holanda, Suíça, Alemanha, Bélgica, Estados Unidos e Rússia.

Individualmente apresentou mostrar nos Museus de Ovar, Albano Sardoeira, Amarante, Martins Sarmento, Guimarães, Ramón Maria Aller, Ialin, e nas Galerias Picasso e 1990 d.c., Viana do Castelo, Árvore, Porto, Primeiro de Janeiro, Porto e Coimbra, Capitel, Leiria, Turismo, Caldelas, Povoa de Varzim, Chaves, Aveiro, Casa da Cultura, Fafe, Horizonte, Figueira da Foz, Convés, Aveiro, Orfeu, Androx e Caixa Vigo, Diputación Provincial de Lugo, Casa da Cultura de Orense, Centro Unesco, Porto, …
Em 1991, o Museu dos Biscaínhos de braga dedica-lhe uma retrospectiva da obra dos anos 80.

Colectivamente participa em mostras em Viana do Castelo, Porto, Lisboa, Aveiro, Vila Nova de Famalicão, Ibiza, Bilbao, Burgos, Vigo, Santander, Valladolid, Madrid, Monte-Carlo, Tóquio, Okinawa, nara, fukuoka, Iangeac, Brioude, Rion, Chatel-Guyon, Puy-en Velay, Paris, Quebec, etc., salientando-se:
1981: “Inaugural Exhibition of the Japan International Artists Society”, Art Museum, Tóquio, “XV e XVII Grand Prix International d’Art Contemporain”, Monte-Carlo, “Biennale International Quebec/France”, Galerie Anima G, Quebec, “Ibizagrafic 74”, Museo de Arte Contemporaneo de Ibiza, “El Colectivo Androx”, Galeria Arlazon, Burgos e Galeria Millares, Madrid, “Salão dos Independentes, Paris, “Exposition International de Paris”, Galerie de Nesle, Paris, “IX Hall aux Toiles” Mairie du VI arrondissement, Paris, “I e II Exposições Colectivas da Cooperativa àrvore”, Porto, “Biennale International d’Auvergne”, Chatel-Guyon, “Arte Nuevo – Años 90”, Centro Cultural Galileo, Madrid, “II Prémio de Pintura Eixo Atlântico, “Casa das Artes, Vigo – itenerante Portugal, Galiza.

Entre 1968 e 1977 colabora em vários jornais nacionais com contos, poesia, textos teóricos e crítica de arte e trabalha igualmente como redactor nos jornais “República” e “Página Um”.
Foi co-fundador e director técnico das galerias Picasso e 1990 d.c. de Viana do Castelo e integrou júris de premiação da I a II Trienal Latina (Viana do castelo e Puy-en-Velay.
Integrou os Colectivos “Androx” (Galiza) e 1990 d.c., de que foi coordenador.
Em 1988 publica “On Road”, colecção de textos de sua autoria inseridos em catálogos entre 1969 e 1988.

Exposições mais recentes:
Galeria Capitel, Leiria, 2006 – casa da Cultura, Fafe, 2006 – Antigos Paços do Concelho, Viana do Castelo, 2006 – galeria Almedina, Coimbra, 2007 – Sala de Exposições do centro Social e Cultural de V. P. Âncora, 2009 – “Pontes Luso-Galaicas” Galeria Vieira Portuense, Porto – 2009 – “D’Art-Vez”, Casa das Artes, Arcos de Valdevez, 2009 – “Com Amadeu Costa, dês Anos Depois”, Museu do Traje, Viana do Castelo 2009 – “15ª Exposição Internacional de Artes Plásticas de Vendas-Novas – 2009.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

418. JÚLIO CAPELA

“Conjunto Sé, muralha”
Aguarela s/tela
50x70cm

1.400,00€

JÚLIO CAPELA CRUZ

Nome artístico CAPELA
Nasceu no Porto, 2/7/1945.
Licenciatura em Pintura – Fac. Belas Artes Porto, 1970.

ACTIVIDADE ARTÍSTICA
2016
Exposição colectiva dos Rotários de Vila Nova de Gaia.
Participação na "Gaia Arte" Onda Bienal 2016.
Exposição na Câmara Municipal de Seia,
Exposição colectiva na Porto Art Gallery.
Exposição Anual Artistas de Gaia.
Leilão de Arte Verão, Artistas de Gaia
2015
Exposição "100 anos de História do Crédito Agricola do Noroeste".
XXIX Exposição Sócios da Cooperativa Árvore, Porto.
Leilão de Arte Verão, Artistas de Gaia
1.ª Bienal de Arte de Vila Nova de Gaia 2015.
Exposição colectiva de Artes Plásticas "Viva Abril", Viana do Castelo
2014
3 ° Encontro "Pintar o Porto", Galeria Vieira Portuense.
Exposiçâo individual Museu de Ovar
Exposição individual em Viana do Castelo
Exposição colectiva comemorativa dos 40 anos 25 de Abril, Vila Nova de Gaia.
Exposição colectiva "40 artistas,40 obras,40 anos de Abril" Município de Caminha, Vila Praia de Âncora.
Leilão de Arte -Verão. Artistas de Gaia.
XXVIII Exposição Sócios da Cooperativa Árvore, Museu Nacional Soares dos Reis, Porto.
Encontro Ibérico de Artes Plásticas em OROPESA, TOLEDO
2013
Exposição - Leilão, Cooperativa Artistas de Gaia
Exposição temática A primavera.
XXVII Exposição Anual Sócios da Cooperativa Árvore, Porto
Colectiva de Pintura "Arte Verão" Galeria Zeller, Espinho.
2012
Exposição individual Hotel Monte Pardo, Melgaço
Exposição colectiva "Porto visto pelos altistas" Forte S. João Batista, Foz do Douro, Cooperativa Árvore.
Exposição colecliva Trilogia da Paisagem", Cooperativa Artistas de Gaia.
2011
Exposição colecliva - Trabalhos recentes, Cooperativa Cultural Artistas de Gaia
Exposição individual Ordem dos Médicos, Porto.
Exposição colectiva Galeria Olhos D’Arte, Porto.
Exposição- Leilão Cooperativa Artistas de Gaia.
XXVI Exposição colectiva dos Sócios da Árvore.
2010
Execução de 3 séries Serigrafias para a AICCOPN.
Exposição – Leilão Artistas de Gaia e Colectiva de trabalhos recentes.
XXV Exposição colectiva dos Sócios da Árvore.
2009
Exp. Col. Coop. Árvore.
Exp. Individual Clube de Golf Ponte de Lima
Exp. Individual Hotel Áxis Viana do Castelo.
Exp. Colectiva “Ao redor do Touro” Galeria Vieira Portuense, Porto.
2008
Exp. Col. Gal. Projecto, V. N. Cerveira.
Execução de 4 Pinturas – alusivas aos 750 anos Foral V. Castelo.
Exp. Individual Galeria da Câmara Municipal de Caminha.
2007
Exp. Col. “ Arte no papel” Gal. Interatrium. Porto.
Exp. “Espólio de Arte, Inst. Politécnico V. Castelo”, ”in memoriam” ao Prof. Lima de Carvalho.
2006
Exp. Col. “ O Porto no séc XXI” Gal. Interatrium.
2001
Exp. Casa Crivos, Braga.
2000
Exp. Col., II Bienal de Artes Plásticas, Maia.
1996
Ed. Serigrafia Temática sobre o Douro para Congresso Internacional Estomatologia.
Exp. Ind., Vigo, BBV.
1995
Exp. Col. Bienal de Pontault-Combault. França.
Exp. Gal. Cordeiros, Porto.
1993
Exp. “Cidade do Porto”, Congresso de Cardiologia, Porto.
Execução de um painel de azulejos em Viana do Castelo.
1991
Exp. Ind., C. M. Felgueiras.
II Exp. Artes Plásticas, Gov. C. V. Castelo.
Serigrafia para a AIP.
Part. Simpósio Offset Arte, V. P. Âncora
1990
Men. Hon. Desenho, 13º Cong. Mundial Dadores de Sangue.
Exp. Comem. Invenção do Lápis, Coop. Árvore.
Exp. Ind. Gal. Interatrium, Porto.
1989
1º Prémio Pintura, Palácio Nacional de Sintra.
Exp. “Lisbon and Surrounding, Artística”, Lisboa.
1988
Exp. “Porto em aguarela” Gal. Barredo, Porto.
Exp. Col. Pintura do B.T.A.
1986
Exp. “Doze Aguarelistas do Porto”, Galeria Roma e Pavia, Porto.
1º Cong. Int. Rio Douro.
1985
Operação “Ensino Árvore “Palácio de Cristal. Porto
Exp. Ind. em Amarante.
Exp. Col., Monte Gordo, C. Estoril, “Artes Plásticas Portuguesas Contemporâneas” Bordéus.
Exp. Ind. Galeria Dois-Porto; Pousada D. Dinis, V.N. Cerveira.
II Bienal de Desenho 85, Árvore, Porto
1984
Prémio de Desenho Exp. Temática”, V. N. Gaia vista pelos Artistas”
Exp. Col. Serigrafias-Ferrol. Espanha
1ª Exp. Artes Plásticas, C. M. Porto.
1983
Exp. Col. Coop. Árvore.
1982
1º Prémio no Festival Internacional de Cinema Internimas 82,Lisboa.
1981
Exp. Col., Galeria Espaço, Porto1980
Exp. Col. da Árvore, Lisboa.
1978
Realizou Filmes Raiz Etnográfica
1º Prémio Internacional de Cinema não-profissional do Algarve.
1975
Exp. Col. “12 Jovens Artistas” Gal. Espaço, Porto.
Colectiva Encontros Internacionais de Arte, V. Castelo, (Inicio Bienais V. N. Cerveira).
1972
Colecção de Posters em Vigo.
1969
Experiências de Pintura em Cinema Animação
Exp. Magnas 1965 a 68, aluno da ESBAP
Participação em diversas Bienais de V. N. Cerveira

Representação em Colecções Particulares, nomeadamente:
Banco Espírito Santos, Banco Português de Investimento, Banif, Banco Bilbao, Banco Totta e Açores, Caixa Geral de Crédito Agrícola, Caixa Geral de Depósitos, Associação Industrial Portuense, Associação Industrial e Obras Públicas do Norte, AICCOPN, Câmara Municipal de Felgueiras, Câmara Municipal de Viana do Castelo, Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Coleção de Arte Ernest Lieblich, Museu de Ovar.